PEQUENOS INSETOS NAS PLANTAS

É natural aparecer em nossos jardins pequenos insetos brancos ou escuros, sendo mais comuns as cochonilhas e pulgões. Esses bichinhos sugam nossas plantas fazendo com que enfraqueçam e definhem aos poucos se não tratados a tempo! 


Eles têm uma forte tendência a se espalhar então devem ser tratados assim que possível. Para combater esses insetos há diversos produtos disponíveis, alguns orgânicos que funcionam como repelentes (óleos de neem ou fumo), e outros mais fortes e efetivos quando o ataque já está bem avançado, como os produtos da Forth (princípios ativos com Deltametrina ou Fipronil).

 

Devem ser aplicados através de um pulverizador que, dependendo da efetividade do produto, gera resultados satisfatórios logo na primeira aplicação. Dos produtos comentados acima o fumo tem uma desvantagem: exala um cheiro bem acentuado que causa desconforto caso aplicado em ambientes pouco ventilados. 


Sempre aconselhamos, independente do produto, que a pulverização ocorra não apenas por cima das folhas mas também por baixo. Vá erguendo as folhas com uma das mãos e aplicando com a outra, garantindo assim que atingiu todos os insetos de forma efetiva. Nunca aplique nos horários de sol mais intenso do dia, prefira fazer a aplicação no início da manhã ou finalzinho da tarde, evitando queimadura nas suas plantinhas.  


Obs.: as cochonilhas não saem da planta, ou seja, depois de mortas é interessante retirá-las manualmente para dar uma estética mais bonita na planta atingida. 

As joaninhas não são pragas no jardim, muito pelo contrário! Além de lindas e delicadas elas se alimentam de alguns insetos, como os pulgões por exemplo, contribuindo de forma natural para a saúde nosso jardim.